Sobre

“Pois o que é liberdade? Ter a vontade da responsabilidade por si próprio. Preservar a distância que nos separa.”
F.W. Nietzsche, In: Crepúsculo dos Ídolos, 1888 (Tradução de Paulo César de Souza)

Este é um blog sobre a instalação Crepúsculo dos Ídolos, cujo nome é o mesmo de uma tradução brasileira do livro de F. Nietzsche Götzen-Dämmerung escrito em 1888.

A instalação Crepúsculo dos Ídolos é um ambiente com cinco TVs ligadas em um canal de TV aberta, uma câmera e um microfone à frente delas. Quando o visitante produz algum som próximo ao microfone a imagem das TVs distorce de acordo com a intensidade e o tempo de duração do som produzido pelo visitante. As distorções evoluem seguindo algumas cores do crepúsculo: amarelo, laranja, vermelho, azul. Após passar pela cor azul, a imagem do canal desaparece e em seu lugar aparece a imagem do visitante com um efeito de brilho que também varia de acordo com a intensidade de sua voz. Enquanto o visitante produzir som, sua imagem permanece na TV. Quando houver silêncio as TVs voltam, aos poucos, a exibir a imagem do canal, como antes.

Esta instalação funciona com o software ViMus.

ViMus é um sistema de processamento audiovisual de tempo real escrito em C++ e OpenGL.

ViMus é desenvolvido pelo artista desde sua graduação (2004) e mestrado (2007) em ciência da computação pelo Cin-UFPE. Em 2007, ganhou o prêmio Rumos Itaú Cultural Arte Cibernética – Apoio a Pesquisa Acadêmica. Desde o mestrado até hoje, o ViMus é patrocinado pelo C.E.S.A.R e atualmente é um projeto do GARAGE.

Foto do cabeçalho de Mariza Hirata.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: